terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Literatura

Autora de 'Estrela do Sul: Uma História', Cyntia Bandeira Lino defende cultura nacional: "As crianças e jovens precisam valorizar o que é nosso"

Em entrevista ao nosso blog, a escritora falou sobre seu novo lançamento, carreira, e muito mais!

 Cyntia Bandeira Lino é autora de 'Desabafos de Mulher', 'A Luta Pela Libertação', 'Contos Inocentes Para Meditar' e do recém-lançado 'Estrela do Sul: Uma História', todos publicados pela Editora 'Clube de Autores'. Preocupada com a valorização da cultura nacional no país, a escritora defende a importância da leitura: 'Ler é uma alimentação'
   Quando questionada sobre a origem da inspiração para suas obras, ela não hesita: 'Se duvidar, me inspiro até com o ar que respiro', diz.
   Confira a entrevista completa na íntegra, e aproveite para conhecer melhor essa talentosa escritora:


1 - Olá, Cyntia. Você recentemente lançou seu novo romance, 'Estrela do Sul: Uma História'. Como vem sendo a recepção do público? CBL: Graças a Deus, o feedback está sendo bem positivo. O que mais ouço dos leitores é que este romance os prendeu do começo ao final, o que para mim é algo gratificante.

2 - A personagem Cláudia tem o grande sonho de ser cantora. Você se inspirou em alguém para criá-la? CBL: Sim, com certeza. Inspirei-me em cantoras famosas brasileiras e internacionais. Também me baseei em várias pessoas que eu conheço, em situações que presenciei.

3 - O livro é recheado de referências artísticas, e vez outra nos deparamos com menções á cantoras como Elis Regina e Susan Boyle, além de peças teatrais renomadas. O que você pensa do cenário cultural do Brasil atualmente? CBL: Nosso país é rico em cultura. Porém, a população muitas vezes desconhece isso, pois não tem estímulo do governo. Vejo alguns educadores incentivarem as crianças nas escolas a visitarem lugares culturais e acho isso maravilhoso. A peça citada no livro foi remontada dezenas de vezes e retrata uma dura realidade, que infelizmente ainda acontece nos dias atuais. Escolhi citar Elis Regina, pois ela foi uma grande colaboradora no quesito música brasileira. E a cantora escocesa Susan Boyle é um exemplo de superação e de que nunca é tarde para se realizar um sonho.

 4 - Os personagens centrais Cláudia e Rogério fogem de qualquer tipo de estereótipo ou idealização. Houve essa preocupação ao compor os personagens? CBL: Com certeza! Eu procurei fugir daquele velho modelo da mocinha inocente e do galã imaculado. Tanto Cláudia como Rogério são pessoas com virtudes e defeitos, como qualquer ser humano normal. Não existe pessoa perfeita. E o público não é bobinho para acreditar que exista gente sem defeitos de caráter.
  "Tentei fugir daquele velho modelo da mocinha inocente e do galã imaculado" - conta Cyntia.

5 - A Cláudia vive em fartura de riquezas materiais ao lado de Rogério, mas, segundo ela, lhe faltam as coisas mais importantes da vida. É isso que a leva a se definir um 'bibelô humano'. O que te levou a abordar esse tema? CBL: Vejo muitas mulheres de executivos, donos de lojas e grandes empresas completamente insatisfeitas com suas vidas. Um primo meu em 2013 me deu a seguinte sugestão. Ele me disse: “Cyntia, por que você não escreve um romance sobre mulheres que sofrem no casamento?” No mês seguinte, viajei ao Rio de Janeiro e simplesmente me encantei com o lugar! Juntando a viagem, a sugestão que recebi, histórias de pessoas que conheço e uma grande pesquisa sobre cultura regional que fiz, acabei escrevendo o romance “Estrela do Sul: Uma História”.

6 - O decorrer da trama é marcado por reviravoltas e fortes emoções, o que faz do livro uma 'espécie de novelão'. E se a obra fosse adaptada para a dramaturgia, que atriz você escolheria para viver a Cláudia? E o Rogério? CBL: Eu gostaria que a Cláudia fosse feita Ana Andreatta ou Nice Marinelli e o Rogério pelo Flávio Guarnieri ou pelo Jandir Ferrari. Ia ser muito legal! Todos eles são atores de qualidade e super talentosos.

7 - Sobre sua carreira em geral, você já escreveu tanto romances ('Desabafos de Mulher', 'A Luta Pela Libertação' e 'Estrela do Sul: Uma História) quanto contos ('Contos Inocentes Para Meditar'). Qual dos modelos é seu preferido, qual você se sente mais á vontade ao escrever? CBL: Todos os 4 livros que escrevi até hoje me deixaram a vontade. Entretanto, o quarto me deu mais trabalho.

8 - E a recepção do público? É melhor se tratando de romances ou de contos? Em sua opinião, o que leva á essa preferência? CBL: Bem, a opinião pública nesse sentido é bastante equilibrada. Alguns preferem contos, por serem curtos para ler, mas outros preferem romances, por terem um enredo grande e cheio de detalhes.

9 - Além de escritora, você também é uma leitora assídua. Em sua opinião, qual é o principal papel da leitura? CBL: Ler é uma alimentação para desenvolver a mente e os valores humanos. O corpo exige vitaminas, sais minerais, etc. para o bom funcionamento do organismo, certo? O cérebro necessita de informações para que ele funcione bem, pois foi feito para receber conhecimento. Cada palavra que os olhos enxergam na leitura é como se fosse comida indo para o nosso “estômago mental”.

10 - E qual é a melhor forma de estimular a leitura nas escolas? CBL: Os professores e gestores escolares deveriam comprar e ler livros de autores brasileiros novos, fazer gincanas entre os alunos, para estimular a leitura, dando de presente estes livros. As crianças e jovens precisam valorizar o que é nosso.
 Autora de quatro livros, Cyntia lançou  recentemente no ano passado o programa 'Conversando com Cyntia Bandeira Lino', no Youtube

11 - Você recentemente lançou no Youtube o Programa 'Conversando com Cyntia Bandeira Lino', onde faz resenhas e indicações de livros. Conte-nos mais sobre o projeto. CBL: Uma leitora me deu a idéia de fazer um vídeo respondendo a perguntas de leitores, que me deixam na Fan Page do meu trabalho. O pessoal começou a mandar não somente dúvidas, mas também sugestões de assuntos. Um rapaz que assistiu me falou: “Cyntia, não espera os outros te mandarem perguntas. Fale de assuntos culturais no geral.” Então, comecei a bolar temas para os vídeos, e assim, nasceu o programa Conversando com Cyntia Bandeira Lino.

12 - De onde vem sua inspiração para compor seus livros? CBL: De absolutamente tudo ao meu redor. Se duvidar, me inspiro até com o ar que respiro.

13 - Você se espelha em algum autor? Qual? CBL: Em todos que eu adoro. A lista é muito, mas muito grande! Eu ficaria horas falando. (risos)

14 - Você já pensou em escrever um livro baseado na sua própria história? CBL: Claro que sim! Mas isso seria daqui a muitos anos.

15 - E os novos projetos? Lançamentos á vista? CBL: Estou trabalhando num livro novo, mas não tem previsão de quando ficará pronto. Por enquanto, quero me focar na divulgação do quarto livro, o ESTRELA DO SUL: UMA HISTÓRIA.

16- Recentemente, você conheceu seu maior ídolo, o jogador Ángel Romero, e autografou seu livro 'Estrela do Sul' para ele. Qual foi a sensação de autografar seu livro para alguém que tanto admira? CBL: Senti-me extremamente feliz e honrada em fazer isso! Ele foi super simpático e atencioso comigo! Fez questão que eu lhe desse uma dedicatória bem grande no livro. Saiu até matéria no site MEU TIMÃO sobre meu encontro com ele e um vídeo no YouTube.

Bate Bola Jogo Rápido:
Cor Preferida: Azul e cor de rosa
Estação do Ano Preferida: inverno
Comida Preferida: Panqueca, salgados de festa
Escritor Preferido: São muitos
Livros que Marcaram Sua Vida: Sozinha no Mundo, O Estudante, Memórias da Emília, O Portão do Paraíso, Ninho de Fogo e muitos outros
Filmes que Marcaram Sua Vida: Perfume de Mulher, Central do Brasil, Ao Mestre Com Carinho, Eles Não Usam Black-Tie, Pixote a lei do mais fraco
Ator Preferido: Marco Nanini, Dante Ruy, Chris o‘ Donnell (mas têm muitos outros)
Atriz Preferida: Bete Mendes, Lucille Ball
Música que Marcou Sua Vida: Canção da América, Let It Be, Declaração de Amor, La Carta, Yesterday, Como é grande o meu amor por você
Cantor Preferido: Daniel, Paul Mccartney, Ronnie Von, Agnaldo Rayol, Elvis Presley, Roberto Carlos (especialmente as músicas antigas)
Cantora Preferida: Elis Regina, Clara Nunes, Vanusa, Brenda Lee, Celine Dion, Mercedes Sosa, Selena, Thalia
Recado para os leitores: Peço humildemente que o público brasileiro comece a dar mais oportunidade para os livros de autores nacionais novos.

Pessoal, o livro ESTRELA DO SUL: UMA HISTÓRIA da Cyntia Bandeira Lino, está a venda neste site:
Vejam o Booktrailler do livro:
Este é um vídeo de divulgação do livro:

4 comentários:

  1. Fiquei super curiosa com esse livro. Quero muito ler.

    ResponderExcluir
  2. Além de ser uma maravilhosa entrevista você ainda cita meu nome. Obrigada Cyntia, cada vez gosto mais de suas palavras e fico mais sua fã!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz que tenha gostado da entrevista!

      Excluir